Ensino do Evangelho Genuíno de Jesus Cristo

PREPARANDO-SE PARA A LIBERTAÇÃO



        Enquanto foi lendo provavelmente Derek reconheceu demônios que estão a trabalhar em si. Anteriormente, não compreendia as pressões que estava a suportar, mas agora tornou-se capaz de identificar. O segredo para libertação é o seguinte: não temos de ganhar a vitória, por nós mesmos, podemos entrar na vitória que Jesus através da sua morte e ressurreição já ganhou por nós (João 1:29).

Se decidir clamar pela libertação que Deus providenciou para si, tem duas opções: buscar ajuda do seu pastor ou irmãos em Cristo para lhe ministrarem, ou voltar-se diretamente para o Senhor em busca da ajuda que necessita.

Se decidir seguir o caminho com Aquele que é o Libertador: Jesus, descrevi uma série de 9 passos que o podem conduzir à libertação e vitória que precisa:

1. Afirme pessoalmente a sua fé em Cristo – HB 3:1

Fazemos com que as palavras que saem de nossa boca concordem com a palavra de Deus. Proclamamos a vitória de Jesus de uma forma ousada e pessoal em nosso favor.

2. Humilhe-se – I Pe 5:5-6

Se nos aproximarmos de Deus com uma atitude de soberba, Ele irá resistir-nos e não teremos acesso a Ele, por isso temos de ser humildes e dizer a Deus: Preciso de Ti!

3. Confesse todo o seu pecado conhecido – I JOÃO 1:9

4. Arrependa-se de todo os seus pecados – PV 28:13

5. Perdoe todas as pessoas – MC 11:25-26

6. Termine com o oculto e toda a religião falsa – DET 7:26

7. Prepare-se para ser liberto de todas as maldições que estão sobre a sua vida. 

Uma maldição é comparada a uma nuvem escura que paira sobre as nossas vidas e que bloqueia parte das bênçãos de Deus. Duas das bênçãos que podem se excluídas devido a uma maldição são CURA FÍSICA e LIBERTAÇÃOO DE ESPÍRITOS MALÍGNOS.

Lista de problemas que indicam a operação de uma maldição:

-Esgotamento mental ou emocional
-Doença repetitiva ou crônica (especialmente se hereditária)
-Esterilidade, tendência para abortar espontaneamente ou problemas femininos relacionados
-Casamento desfeito ou alienação da família
-Insuficiência financeira contínua
-Tendência para ter acidentes
-História familiar com suicídios ou mortes não naturais ou prematuras

8. Tome a sua posição com Deus

Tome uma decisão firme e proclame-a submeto a minha vontade, o meu propósito, o meu futuro, toda a minha vida a Deus. Tomo a minha posição com Deus contra todo o pecado, todo o mau e todo o tipo de demônios. Assim que tomar a sua posição com Deus, Ele também toma a Sua posição consigo. Desfrute da confiança que é expressa em Rm 8:31 “Se Deus é por nós, quem será contra nós”. Se o Espírito Santo nos indicar o nome de um demônio específico, o nosso próximo passo deve ser tomar uma posição deliberada com Deus contra o demônio, e verbaliza-la. Proclamar: Espírito de concupiscência tomo a minha posição contra ti no nome de Jesus. Já não me submeto a ti, já não tens lugar em mim: Ordeno-te que saias! Não podemos ser passivos, lembremo-nos de TG 4:7

9. Expulse!

Sempre que experimentar uma libertação, louve e agradeça a Deus por isso. Quando sentir que sua libertação está completa, ou que chegou o mais longe que pode ajoelhe-se e reconheça Jesus como Senhor em todas as áreas da sua vida. Lembre-se do aviso de Jesus que, se um demônio regressa e encontra a casa vazia, ele irá voltar e trazer outros com ele. Na sua própria força não irá ser capaz de manter os demônios afastados. Mas se Jesus passou a residir dentro de si, então pode contar com a ajuda Dele para os manter à distância.




RECONHECER A REALIDADE DO MAL



Antes de tudo, fica claro que Jesus acreditou e ensinou que há um espírito maligno no mundo liderado por aquele que ele denomina de príncipe deste mundo (Jo 14:30). Ele mostra que devemos levar a sério esse espírito maligno do mundo, mas não devemos ser intimidados por ele. O reino satânico é muito ativo neste mundo, tirando o máximo proveito possível das pessoas. Uma função importante deste reino é pôr representantes demoníacos nas pessoas para influenciá-las e, se possível, controlá-las. Jesus referiu-se a esses indivíduos como presos e oprimidos (Lc 4:18) que precisam ser libertos da atividade desses espíritos. Os demônios, assim parece, não têm direito de habitar no interior das pessoas que estão espiritualmente limpas (v. Pv 26:2; Jo 14:30). Mas há muitas pessoas com lixo suficiente para permitir que o inimigo seja bem sucedido em suas tentativas de ganhar uma posição no interior de uma pessoa, é um problema comum em cristãos e não-cristãos.



O QUE EXIGE PARA O EXERCÍCIO DA AUTORIDADE DE CRISTO SOBRE OS PODERES ESPIRITUAIS


·         1) FÉ: NO MUNDO ESPIRITUAL, SE VOCÊ NÃO TEM FÉ EM SUA AURORIDADE, VOCÊ NÃO CONSEGUIRÁ EXERCÊ-LA., TODAVIA, SE VOCÊ TOMAR POSSE CONFIANTEMENTE DA AUTORIDADE QUE CRISTO LHE CONFERIU, VOCÊ EXERCÊ-LA COM MÁXIMA CONFIANÇA E EFICÁCIA.

·     2)HUMILDADE: DEFINO HUMILDADE CMO CONFIANÇA EXERCIDA DE MODO ADEQUADO. AO EXERCERMOS NOSSA AUTORIDADE, EXIBIMOS HUMILDADE AO COLOCAR NOSSA FÉ E CONFIANÇA EM CRISTO, A FONTE DE NOSSA AUTORIDADE, E NÃO EM NÓS MESMOS.

·     3)AUDÁCIA: O CRENTE CHEIO DO ESPÍRITO SANTO CARACTERIZA-SE POR UMA CORAGEM VERDADEIRA, UMA AUDÁCIA PIEDOSA NA BATALHA ESPIRITUAL. JOSUÉ 1:6,7,9,18.

·  4)DEPENDENCIA: A AUTORIDADE DE QUE FALAMOS AQUI NÃO É UMA AUTORIDADE INDEPENDENTE. NOSSA AUTORIDADE E DEPENDENCIA VEM DO SENHOR DOS EXERCITOS: JESUS!!!



VOCÊ PODE VENCER A BATALHA PELA POSSE DE SUA MENTE


·         ROMANOS 7:23 E 8:5-7 MOSTRAM QUE O CERNE DE TODA A ESCRAVIDÃO ESPIRITUAL ESTÁ NA MENTE. É ALI QUE A BATALHA DEVE SER TRAVADA, E GANHA, SE VOCE QUISER EXPERIMENTAR A LIBERTAÇÃO EM CRISTO, A QUAL É SUA HERANÇA.

·         ALGUMAS FORTALEZAS DE MAUS HÁBITOS E DE PADRÕES DE PENSAMENTOS PECAMINOSOS SE ESTABELECERAM QUANDO VOCÊ APRENDEU A VIVER INDEPENDENTEMENTE DE DEUS.

·         SEUS VELHOS HÁBITOS E PADRÕES CARNAIS NÃO FORAM APAGADOS; AINDA CONSTITUEM PARTE DE SUA CARNE, QUE PRECISA SER VIGIADA CONSTANTEMENTE.
·         AS VELHAS FORTALEZAS PODEM SER DESTRUÍDAS...

·         O PROPÓSITO DE SATANAS  É INFILTRAR PENSAMENTOS DELE EM SUA MENTE E PROMOVER SUAS MENTIRAS DIABÓLICAS EM CONTRASTE COM A VERDADE DE DEUS.

·         TODAVIA SATANÁS É INTELIGENTE, ELE NÃO FAZ ESTARDALHAÇO, COMO UM TOURO NUMA LOJA DE ARTIGOS DE PORCELANA, ELE PREFERE INSINUAR-SE COMO UMA SERPENTE QUE DESLIZA NA GRAMA.

·         OS ATOS QUE SE REPETEM FORMAM UM HÁBITO, DE MODO QUE SE VOCÊ EXERCER UM HÁBITO DURANTE LONGO TEMPO, ESTABELECE-SE EM SUA MENTE UMA FORTALEZA INEXPUGNÁVEL.



INSTINTO DE UM GUERREIRO


Os instintos guerreiros de muitos seguidores devotos de Cristo podem entorpecer-se. Em algum momento, cruzamos os braços de maneira preguiçosa, enquanto o opressor furta nossas finanças, rouba nossa saúde, destrói nosso casamento e foge com as promessas divinas para nós. Tal acomodação espiritual deve ser enfrentada com força; do contrário, o inimigo de nossa alma sairá bem à vontade com as coisas boas que Deus pretendia nos entregar enquanto apenas suportávamos a perseguição sem lutar.

Usamos o seguro de vida para protegermos nossa família e o seguro do automóvel para nos protegermos como motoristas, mas pense no que poderia acontecer se você usasse a fé para proteger as promessas divinas para sua vida. É bem provável que você viesse a tornar-se uma grande ameaça para o reino das trevas e um trunfo ainda maior para o Reino da luz.

Ler guerreiros de joelhos é um passo importante para tornar-se um campeão das promessas divinas. Conforme Abraão, Moisés, Gideão, Rute e Davi, você está tomando uma posição, a fim de garantir o que Deus lhe tem preparado.

O grande autor C. S. Lewis disse:
Não existe território neutro no universo: cada centímetro, cada fração de segundo é reivindicado por Deus, mas, em contrapartida, satanás sempre tenta toma-lo.

Lutar espiritualmente é fundamental, porque as promessas de Deus são inestimáveis, e até o diabo sabe disso. A bíblia resume um combate impressionante para recuperar aquilo que tem sido roubado pelo inimigo de nossa alma.

Assim como em um combate, a batalha espiritual exige treino e estratégia. Entender até mesmo de guerra psicológica é crucial para ter vantagem contra o inimigo. O famoso general americano H. Norman Schwarzkopt alertou que, em caso de guerra, as táticas psicológicas “serão uma parte absolutamente crucial de qualquer campanha em que estivermos envolvidos”. De modo similar, um entendimento sólido dos princípios bíblicos é essencial para se envolver na batalha espiritual com êxito.



ESTRATÉGIAS DE COMBATE ESPIRITUAL


A primeira parte se concentra em envolver suas emoções. É hora de levantar – se! Vale a pena lutar pelas promessas do Senhor! O Reino de Deus não é a disneylandia. É sobrenatural, mas não mágico e delicado. As promessas divinas não caem no seu colo por você ser alguém bom. Ao tomar posse delas, é preciso ativar os princípios da fé, a fim de mantê-las. Diferente da crença popular os guerreiros não escondem suas emoções. Eles as admitem. Os guerreiros que obtém êxito ao reivindicar suas posses valorizam seus sentimentos de ira, perda ou dor.
Envolver suas emoções é o primeiro passo para lançar um ataque completo e reconquistar aquilo que o inimigo roubou. Se a sua perda não o aborrece a ponto de lutar por ela, então você, simplesmente, não se importa em dar de ombros e riscá-la da vontade de Deus.

A segundo parte ensina a envolver-se na fé.  Um estilo de vida com base na fé não é passivo. Envolver sua fé – a fé descrita na Bíblia – produz as características de um guerreiro de joelhos. A verdadeira fé bíblica o encoraja. Inspira coragem e o capacita a declarar ao inimigo da sua alma: “Estou furioso, não vou mais suportar isso”.

A terceira parte do livro oferece instruções práticas de como envolver-se na luta. “O que Jesus faria?” Temos visto essa frase em camisetas, bonés, tatuagens e adesivos de carros. No entanto, quando se trata realmente de defendermos a vontade divina, a Bíblia responde várias vezes a essa pergunta da mesma maneira: Jesus lutaria! E, se Ele usaria a Palavra como arma para destruir satanás, não deveríamos fazer o mesmo, em vez de retroceder?



Descobrindo a Natureza do Coração do Homem

Não podemos adotar a Deus como bem entendemos, mas nossa adoração sempre deve causar-lhe prazer. Deus não recebe qualquer tipo de louvor. Ele só o aceita quando o louvor é puro e flui sob o impulso do Espírito Santo. Ele só pode aceitar um louvor assim, que seja compatível com sua natureza santa. 



PROXIMA → INICIO

Projeto Semear para Transformar!

Igreja onde congrego

Total de visualizações de página

Pesquisar este blog

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.

Wikipedia

Resultados da pesquisa

PREPARANDO-SE PARA A LIBERTAÇÃO

        Enquanto foi lendo provavelmente Derek reconheceu demônios que estão a trabalhar em si. Anteriormente, não compreendia as pres...